Bolsonaro acompanha culto em Igreja Batista no Rio de Janeiro

Jair Bolsonaro participa de culto no Rio de Janeiro

Jair Bolsonaro participa de culto no Rio de Janeiro

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) acompanhou na manhã deste domingo (4) um culto na Igreja Batista Atitude na Barra da Tijuca, bairro nobre na Zona Oeste no Rio de Janeiro.

Ao final do evento, Bolsonaro subiu no palco montado dentro da igreja, fez discurso, ajoelhou, rezou e posou para fotos com o pastor Josué Valandro Jr. Ele se emocionou durante o discurso.

Em discurso, Bolsonaro disse que tem o “firme propósito de mudar a política brasileira”. Disse, ainda, que está escolhendo sua equipe de governo. “Ninguém faz nada sozinho”, afirmou.

Ele acompanhou o evento ao lado da mulher, Michelle Bolsonaro, e seguranças. O culto foi transmitido ao vivo pela internet.

Jair Bolsonaro acompanha culto em Igreja Batista no Rio de Janeiro — Foto: Alba Valéria Mendonça/G1

Jair Bolsonaro acompanha culto em Igreja Batista no Rio de Janeiro — Foto: Alba Valéria Mendonça/G1

O presidente eleito agradeceu por ter sobrevivido ao atentado à facaque sofreu durante a campanha à Presidência, em Juiz de Fora (MG), e disse que vai buscar atender a “todos aqueles que necessitam”.

“Lá atrás, há quatro anos, quando eu decidi disputar a Presidência, sem recursos, sem partido, sem tempo de televisão, com grande parte da mídia contrária às nossas propostas, mas, se isso aconteceu no último domingo, só tem uma explicação: Foi Deus quem decidiu”, afirmou Bolsonaro durante discurso na igreja.

Ao final do discurso, Bolsonaro citou trecho da Bíblia: “E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará” e o jargão que o acompanhou durante toda a campanha: “Brasil acima de tudo, Deus acima de todos”.

O pastor Josué Valandro Jr disse que espera melhorias na saúde e na economia durante o governo Bolsonaro. “Que o Brasil seja um celeiro próspero, onde haja milagres e maravilhas”, disse o pastor.

Para ele, Bolsonaro virou “o resgate do patriotismo”.

Jair M. Bolsonaro

@jairbolsonaro

Gastamos cerca de 20 vezes menos que o segundo colocado, sem prefeitos, governadores ou máquinas. Todo o possível quadro foi mudado graças a conexão com o que almeja a população. Surge um novo momento, onde o estado servirá à população e não o historicamente destrutivo oposto!

Mais cedo, no Twitter, Bolsonaro comentou gastos de campanha. Disse que o custo de sua campanha foi menor do que o seu adversário no segundo turno, Fernando Haddad (PT), o que chamou de “conexão com o almeja a população”.

De acordo com informações do Tribunal Superior Eleitoral, a campanha de Fernando Haddad (PT) gastou 18 vezes mais que a campanha de Bolsonaro. Até o início de novembro deste ano, a campanha do petista declarou ter gastado R$ 37.139.413,69 e a do presidente eleito R$ 2.452.212,91.

Pelotão de escolta da PM do Rio dá camiseta e capacete a Bolsonaro
G1 Política
Pelotão de escolta da PM do Rio dá camiseta e capacete a Bolsonaro

Pelotão de escolta da PM do Rio dá camiseta e capacete a Bolsonaro

Bolsonaro recebeu neste domingo (4), em sua casa na Barra da Tijuca, uma homenagem do pelotão de escolta da Polícia Militar do Rio de Janeiro. O grupo entregou a Bolsonaro uma camiseta e um capacete da coorporação.

O representante do grupo disse que o presidente eleito pode “contar” com o batalhão “sempre que precisar”.

Fonte: G1Globo

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *