Ministério da Saúde libera R$ 1,3 milhão para hospitais universitários da Paraíba

Recurso é para investimentos em reformas, obras e aquisição de equipamentos.

Maior parte dos recursos vai ser destinada ao Hospital Universitário Alcides Carneiro (HUAC), em Campina Grande (Foto:  Leonardo Silva/Jornal da Paraíba/Arquivo)

Maior parte dos recursos vai ser destinada ao Hospital Universitário Alcides Carneiro (HUAC), em Campina Grande (Foto: Leonardo Silva/Jornal da Paraíba/Arquivo)

Foi liberado um reforço financeiro de R$ 1.360.625,30 para os três hospitais universitários federais da Paraíba, localizados em João Pessoa, Campina Grande e Cajazeiras, realizarem investimentos em reformas, obras e aquisição de equipamentos. A liberação da verba ocorreu por meio de duas portarias do Ministério da Saúde (MS) publicadas nesta terça-feira (24), no Diário Oficial da União.

O reforço financeiro é oriundo do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), gerido pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), estatal vinculada ao Ministério da Educação (MEC).

De acordo com a portaria, a maior parte dos recursos vai ser destinada ao Hospital Universitário Alcides Carneiro, em Campina Grande, cuja verba será de R$ 1 milhão. Para o Hospital Universitário Julio M. Bandeira de Melo, em Cajazeiras vão ser liberados R$ 337.652,30, enquanto que para o Hospital Universitário Lauro Wanderley, em João Pessoa, o repasse é de R$ 23 mil.

A liberação dos recursos está sendo realizada para vários hospitais universitários federais do país e totaliza um reforço financeiro de mais R$ 68 milhões, dos quais R$ 50,8 milhões são para o custeio de materiais de uso diário das unidades e R$ 17,8 milhões para investimentos em reformas, obras e aquisição de equipamentos.

Os recursos financeiros serão liberados mediante a comprovação da liquidação dos empenhos. Em 2018, o Rehuf já liberou de cerca de R$ 199,5 milhões, somados os recursos do MS e do MEC.

Segundo o presidente da estatal, Kleber Morais, a liberação dos recursos impulsiona a melhoria dos serviços prestados de forma gratuita, pelo Sistema Único de Saúde (SUS). “Os recursos do Rehuf destinados aos hospitais universitários reforçam nosso compromisso com o ensino, a pesquisa, a inovação, sem esquecer do atendimento de excelência à saúde das pessoas que utilizam nossos serviços”, avalia Morais.

Reestruturação e revitalização dos hospitais

Os recursos do Rehuf, programa administrado pela Ebserh, são destinados à reestruturação e revitalização dos hospitais das universidades federais, integrados ao SUS. O objetivo é criar condições materiais e institucionais para que os hospitais universitários federais possam oferecer atendimento médico e hospitalar de qualidade à população, proporcionar a formação qualificada de profissionais da área de saúde e incentivar o ensino e a pesquisa.

A iniciativa também prevê o financiamento compartilhado dos hospitais por meio dos ministérios da Educação e da Saúde e contempla iniciativas de modernização da estrutura física e do parque tecnológico das unidades hospitalares.

Fonte: G1

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *